FESTIVAIS | 7 Filmes a NÃO PERDER no MOTELx

Uma das melhores alturas do ano é quando começam as festas do cinema. Felizmente, temos uma selecção incrível de festivais ao longo de todo o ano, mas por aqui o "início de época" é sempre marcado pelo MOTELx - Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa. Como não podia deixar de ser, temos várias sessões de longas e curtas metragens, e todos os anos o programa é estudado ao pormenor para não perder pitada. Hoje vamos falar dos sete filmes que não podem perder na 11ª edição do festival. 

Escolher filmes para ver é sempre um longo processo. Ora tem um realizador que adoramos, mas a sinopse não parece promissora; ora tem um trailer espectacular mas depois corremos o risco de ser só fogo de vista. É por estas e por outras que há que estudar atentamente o programa de festivais como o MOTELx - e foi exactamente o que por aqui se fez. Após uma cautelosa selecção, segue-se a lista dos filmes que não podem perder de maneira nenhuma neste festival. 

7 - Super Dark Times (Kevin Phillips, 2017)
Este filme vai ser parte da sessão de abertura do MOTELx, já no dia 5 de Setembro, a par com a curta portuguesa 20.02.80. O filme salta de imediato à vista pelas comparações a clássicos de culto como Donnie Darko - e no trailer podemos desde cedo ver uma certa mestria na narrativa que promete em qualquer thriller. Acompanhamos a história de um grupo de amigos que na sequência de um acidente deixam de viver as suas vidas normais, cedendo à paranóia e à violência. O elenco é por aqui desconhecido, elevando ainda mais a curiosidade em relação a este filme.



6 - 68 Kill (Trent Haaga, 2017)
A ironia desta pseudo-comédia chamou-me a atenção desde os primeiros segundos do trailer. Isso, e claro, a fabulosa AnnaLynne McCord, que depois de Excision merecia mais uma série de papéis a sério. Indo ao que interessa, apesar do género do filme, que não é bem thriller, nem é bem comédia, a história de um casal que ainda envolve um sugar daddy e o roubo de 68 mil dólares é promissora na medida em que parece escalar (muito) rápido

5 - My Friend Dahmer (Marc Meyers, 2017)
Este filme tem tudo para ser um sucesso. Baseado num romance gráfico de Derf Backderf, aqui podemos ver a história de vida de Jeffrey Dahmer nos tempos de liceu - antes de se tornar um dos mais notórios serial killers da actualidade. Inquietante e real, fará certamente as delícias dos espectadores. 



4 - Killing Ground (Damien Power, 2016)
Ao ver o trailer deste filme ficamos de imediato com a sensação de que algo se passa. Percorre-nos facilmente o corpo um arrepio frio, coisa rara de alcançar somente com um trailer. Facto é que a história de uma família que decide acampar e se depara com uma série de acontecimentos macabros - até chegar a uma completa caçada e consequente banho de sangue, consiste EXACTAMENTE no tipo de filme que queremos ver quando vamos ao MOTElx. 

3 - Berlin Syndrome (Cate Shortland, 2017)
Este ano a secção Serviço de Quarto do MOTELx ofereceu destaque a uns quantos filmes realizados por mulheres. Esta obra da australiana Cate Shortland conta com Teresa Palmer no papel de uma fotojornalista que vive um romance intenso em Berlim, e rapidamente percebe que o alvo da sua paixão é também aquele que a vai colocar em perigo. Intenso, ilustra a relação entre o raptor e a sua presa, num thriller que promete surpreender




2 - A Dark Song (Liam Gavin, 2016)
Fora as sessões de abertura e encerramento do festival, esta é a minha última sugestão para o MOTELx deste ano. Já passámos por thrillers paranóicos, palhaços maléficos, serial killers e caçadores implacáveis - mas desta vez vamos em viagem ao mundo dos espíritos. Em A Dark Song, acompanhamos um ocultista contratado por Sophia, que perdeu o filho num massacre relacionado com magia negra. Acabamos com um perigoso ritual e o suspense de saber se ambos conseguirão aquilo que querem.

1 - IT (Andy Muschietti, 2017)
Como sessão de encerramento do festival, a 10 de Setembro, foi seleccionado o filme IT. Baseado na obra homónima de Stephen King e já falado diversas vezes por aqui, é também um dos mais antecipados filmes de 2017 - fazendo com que o MOTELx 2017 encerre da melhor forma possível. 



Os bilhetes para o MOTELx 2017 estão à venda desde ontem no Cinema São Jorge, Teatro Tivoli BBVA, Ticketline.pt e postos de venda parceiros da Ticketline. Lisboa é sempre onde o terror é bem-vindo !


3 comentários:

Marta Raminhos disse...

Não tenho perdido nenhuma edição do MOTELx, este ano quero imenso ver o Berlin Syndrome!!

Beijinhos!
Marta

Inês Retorta disse...

Esse filme pareceu-me óptimo ! Não vou perder :)


xoxo

3 Beijos e 1 Dica disse...

Parece muito bacana sua indicação do filme , vou assistir!

Com tecnologia do Blogger.